Você ainda acredita em Casamento? | Namorada Criativa - Por Chaiene Morais
Crônicas e Dicas

Você ainda acredita em Casamento?

tumblr_lvnq0nUMX71r4fxb6o1_500

Se eu fosse uma dessas escritoras bacaninhas eu certamente dissertaria um porre sobre cultura e encheria vocês com opiniões baseadas em contextos históricos que podem provar, ou não, que o casamento foi mais uma invenção ridícula feita por algumas pessoas para manter em controle sabe se lá o que. – Okay, a gente sabe o que, mas abafa.

Mas este post é cheio de achismos mesmo, por que no fim a opinião aqui vai ser minha e eu não quero parecer nem mais ou menos esperta ao dizer que eu ainda acredito na constituição do casamento. Um dia eu quero me casar, não de branco, nem ao ar livre ou em uma igreja. Eu quero me casar de coração e alma com a pessoa que fez da minha alma, seu coração. O que significa isso? Significa que eu ainda acredito.

Se eu acredito no matrimônio das promessas declaradas publicamente? Também, mas veja bem, eu não digo que é errado gritar seu amor para o mundo, mas o mundo é invejoso e quando se grita demais felicidade, mais ele quer estar presente. O mundo, não a felicidade. Eu sou a favor sim do amor dito, sussurrado e talvez exposto singelamente, mas não quer dizer que preciso ter um anel em meu dedo pra fazer isso ser eterno. Quero dizer, não é só o amor que importa? Mas o que há de errado em me casar? É antiquado demais? Religioso demais? Desesperador demais?

Desde quando o casamento passou a ser visto como uma prisão? Se eu prefiro “juntar as escovas” por que tenho que menosprezar quem quer juntar promessas? Gente, isso é lindo. E mesmo que as promessas não sejam eternas, pelo menos eles tiveram a coragem de acreditar. Os bons momentos. As palavras. O romantismo. O que há de errado nisso? Nada, absolutamente nada.

E acho que as pessoas dizem equivocadamente que perderam a fé na constituição do casamento, por que veja bem, isso não mudou, quem muda são as pessoas, logo, é certo dizer que você perdeu a capacidade de acreditar nas pessoas, de acreditar que ainda exista a intenção de fazer dar certo, de querer estar a lado de alguém para o melhor ou para o pior. Para sempre ou até que a morte os separe.

Hoje as pessoas vivem relações cada vez mais frívolas e instantâneas e por isso é óbvio que o para sempre pareça uma piada pronta.

Se você não acredita na capacidade de fazer dar certo, pouco importa se estão casados ou não. Não é no casamento que você não acredita, é em vocês.

Portanto podem me dizer que o casamento nada mais é do que um símbolo e que papel passado não importa, por que as pessoas estão se separando com muita facilidade, é uma briguinha aqui, um ciuminho ali, uma discussão lá. E pronto, vamos assinar os papeis! Fala sério gente! Eu ainda acredito no amor das pessoas.[clear]

Mais dicaspara você!
Presentes para namorado médico ou estudante de medicina [Dica da Leitora]
Domingo de compras no Shopping Cerrado com dicas de presentes
Presentes para apaixonados por carros, motos e decoração retrô


  • Amanda 12 de janeiro de 2015

    Lindo post! Concordo com você… Muitas vezes o casamento nem chega a ser realizado ou fica sendo adiado pelo palpite das pessoas,algumas se acham a “dona da verdade” essas pessoas não levam seus casamentos a sério parceiro culpa a parceira e vice e versa,por não ter dado certo e tal… Criticam a atitude dos que irão casar e acabam assustando as pessoas. Eu acho que as duas pessoas tem quem pensar em tudo o que irão passar e acreditar que o amor irá fortalecer cada dia mais!

  • Thayane 12 de janeiro de 2015

    Conheço a Ké a algum tempo já, e fico feliz por vocês terem ela como colaboradora agora ! Eu era bem vidrada aqui no blog quando estava em uma relação, mas a relação acabou e eu meio que desmotivei a vir aqui, porque me lembrava o boy , kkk , mas agora com os textos da Ké, vocês tem um diferencial, como diz Hazel ” eu leria até a lista de compras” da Ké ! Sucesso pra todos vocês, aliás adorei o post, beijinhos <3

  • Mayane 12 de janeiro de 2015

    Este está sendo o maior dilema de minha vida! casar ou não casar!

  • Raíra Mercês 13 de janeiro de 2015

    Eu acredito ainda na constituição do casamento. Só depende do casal fazer dar certo. Mas tem tanta gente que só de ouvir a palavra “casamento”, diz que é uma bobagem, que casamento estraga a relação, e blábláblá. Se a relação estragou, foi por que permitiu que isso acontecesse. É muito mais fácil por a culpa no casamento. Dizer que casamento é prisão, que é pra gente arcaica. Gente, para né. Quem faz dar certo não é você casar ou não casar. É você QUERER e FAZER dar certo.

    Adorei o texto, Kézia!
    Beijos!

    http://www.avenida47.blogspot.com.br

  • Mariana Mota 23 de janeiro de 2015

    Ameei!!!
    Eu acredito no casamento, no amor e no para sempre. Aliás, tenho este sonho desde pequenina, de me casar na igreja, toda de branco, de véu e grinalda (que significa que vc ainda é virgem, portanto: pura)… acho que o matrimônio é uma das coisas mais lindas do mundo! É uma pena que na sociedade atjal, a cada dia que passa, as pessoas desacreditam mais em si próprias e muitas querem viver de “curtição” e “pegação”. Acredito sim que o matrimônio é coisa sagrada e que dá certo e vale muito a pena se ele for abençoado por Deus e se o casal realmente se ama, independente de quaisquer diferenças e desafios que possam encontrar.
    Bom, gostei muito do texto e sou apaixonada pelo blog. Já me inspirei muito para criar alguns presentes pro meu namorado.. hehe
    Um beijão para a Chaiene e para a Kézia Martins que postou esse texto ótimo! ;)

  • Vitória Nascimento 11 de junho de 2015

    Bom, eu acredito sim no casamento! Na verdade sou casada e prova viva que da certo, quando os dois caminham na mesma direção e quando sua principal base é Deus, (um cordão de 3 dobras, fica muito mais difícil de romper) o casamento é uma aliança entre o homem e a mulher, e aliança é compromisso! Sou muito feliz, abençoada por Deus, encontrei um homem que me ama, cuida de mim, me protege e vivemos para fazer feliz um ao outro! Somos parceiros para todos os momentos, sejam eles bons ou ruins. O que faz o casamento dar errado, é a ignorância do ser humano, que acredita em seus próprios conceitos “fracos”.

    Casei na igreja, como sempre sohnei e a cada dia vejo que foi a melhor escolha que fiz! Sou muito feliz! ;)

  • Carolina 22 de julho de 2015

    Já acreditei, hoje não mais. Pra mim os verdadeiros votos envolvem companherismo e cumplicidade.