Leitora do Mês – Bruna Porto (Maio) | Namorada Criativa - Por Chaiene Morais
Sem categoria

Leitora do Mês – Bruna Porto (Maio)

Queríamos agradecer a cada mensagem de carinho que recebemos de vocês todos os dias! E pensamos em uma ótima maneira de fazer isso, elegendo a Leitora do Mês! E quem vai abrir essa nova categoria, é a Bruna Porto. Ela sempre está presente, comenta quase todos os posts, é uma fofa!
Todos os meses, abriremos o espaço aqui para a leitora que mais interagir com a gente.
Dessa vez, a Bruna quis contar a sua história de amor! <3

Olá Criativas, tudo bem? Sou Bruna Porto, 21 anos, formanda em Psicologia, carioca e namorada do PR (Paulo Ricardo). Neste post vou contar um pouco da nossa história.

Nos conhecemos em 2003, eu estava na 5ª série, através de um colega de classe. Esse colega morava no mesmo prédio que o PR, que era na mesma rua que a minha. Esse coleguinha era bem chatinho, e o PR sempre foi mais legal, viramos um trio. Eu e o PR podíamos sair, ir até um clube que ficava uma rua depois da nossa, e lá tinha um ambiente super legal para internet. Enquanto esperávamos a nossa vez de usar o computador, ficávamos sentados abraçadinhos vendo clips (uma fofura só, dois pirralhos abraçados).

Ps: Eu soube quando começamos a namorar que os dois gostavam de mim (loucos, porque eu era uma molequinha), e que o coleguinha tinha escrito uma carta pra se declarar pra mim e o PR disse que não estava boa, só pra eu não receber a carta (-morta).

Enfim, no meado desse mesmo ano eu tive que me mudar e perdemos o contato total.
Os anos se passaram e em  2010, meu primeiro ano na faculdade, tive que ir no meu colégio (que não era o mesmo da 5ª série) resolver umas pendências. Na volta, enquanto caminhava até o ponto de ônibus aos risos com minhas amigas, vi um moreno, forte, lindo (maravilhoso, gostoso, tudo de bom), trocamos olhares, e discretamente quando olhei pra trás, ele estava me olhando. As meninas me zoaram e tudo mais e não passou disso.  Na véspera do meu aniversário, em 2011, uma amiga minha foi até a minha casa pra comemorar o meu niver antecipadamente e me contou que conhecia um amigo meu de infância. Na hora eu nem lembrei o nome dele, sabia quem era pelas características que ela me deu, mas não lembrava o nome. Ai ela me mostrou a foto dele no facebook e eu fiquei Cho-ca-da. Ele tinha mudado absurdamente, ele era um bolinha, todo gordinho quando criança, uma fofura, mas nunca imaginava que ele se transformaria naquele homenzarão. Minha amiga malhava com ele e nunca tinha me contato sobre ele. Na mesma noite, ela postou uma foto comigo e ele comentou na mesma hora, zoamos um ao outro pelos comentários e nos adicionamos. Depois ele me contou que era o menino que trocou olhares comigo e que ficou chateado porque eu não falei com ele. “Caraca, a Bruna me olhou e nem falou comigo, só porque tá com as amigas.” Esse é ele me contando depois haha, tadinha de mim. Durante o momento da paquera, ou corte, como preferirem, passamos um bucado. Aconteceu tudo tão rapido, ele se declarou, disse que nunca tinha me esquecido, nos apegamos uma ao outro. Trocávamos sms o dia todo, ligações infinitas, skype. Foi tudo tão intenso, e no meio disso ele conseguiu me conquistar, fez com que eu me sentisse a mais especial do mundo, valorizada e amada. Não resisti, depois de 1 mês e 2 dias estávamos namorando.

Em casa, com aprovação de pai e mãe, conhecendo a família toda e fazendo planos pra vida inteira. 2 anos e 3 meses se passaram e estamos juntos, compartilhando os sonhos, dividindo as alegrias e tristezas. Durante essa caminhada tivemos muitas lutas e chegamos a pensar em desistir, mas o amor que sentimos um pelo outro fez com que escolhêssemos por recomeçar. E é ótimo recomeçar com quem você ama, conhece e admira.

O PR se tornou a pessoa mais importante da minha vida, é com ele que eu compartilho tudo que sinto e passo. Ele é o meu incentivador, meu pé no chão e asas pra voar. Temos desentendimentos, opiniões diferentes, uns arranca-rabos, mas descobrimos que se quisermos ter um relacionamento duradouro, precisamos renunciar. E é isso que temos feito. Temos orgulho quando perguntam se já somos noivos, ou se temos 5 anos de relacionamento, por exemplo. Isso prova que os outros conseguem ver em nós maturidade e companheirismo. Isso dá animo pra gente continuar, e continuaremos. Hoje posso dizer, sem dúvidas, que ele é o amor da minha vida e eu não conseguiria viver sem ele. Temos planos de construir uma família, e se Deus quiser isso está mais perto do que imaginamos.

Beijo criativas, espero que o texto não tenha sido cansativo e que vocês se sintam inspiradas a nunca desistir, por mais difícil que seja a caminhada.. Renunciar pode ser um fardo hoje, mas amanhã será uma recompensa.

Desejo amor a todas vocês e muita criatividade!

Mais dicaspara você!
Kit Decorativo para o Dia das Mães
Lembrancinhas para o Dia das Mães
Kit Autocuidado para o Dia das Mães