Logo eu, que tive tanto amor um dia… | Namorada Criativa - Por Chaiene Morais
Sem categoria

Logo eu, que tive tanto amor um dia…

“- Não me procure mais.” – Foi só o que ela me disse.

Não conseguia esquecer nenhuma entonação que ela usou em cada palavra pronunciada. Palavras que atingiram meu coração como uma flecha em chamas. Por que ela estava dizendo aquilo? Fiquei tão chocado, que não consegui responder e só ouvi o “pu pu pu” do outro lado da linha. Não reagi, fui para cama desnorteado, chorando. E como qualquer um, caí no sono. Tive pesadelos a noite inteira com ela. Seu sorriso que antes iluminava meu dia virou um pequeno ponto na escuridão, o toque dos seus lábios nos meus queimavam, seu olhar desapareceu…

Sei que não sou perfeito, não tenho muito tempo para ela mais e que nem tenho agido da forma que deveria, mas além de tudo, eu a amava. Eu a amo! Por que ela fez isso? O que estava acontecendo? Para mim estava tudo bem. Tínhamos nos encontrado na noite anterior, levei-a no restaurante novo que abriu no centro da cidade. Jantamos, tomamos vinho e abri a porta do carro para ela, depois de ter percebido que era isso que estava esperando. Será que não foi suficiente? O que eu mais deveria ter feito?

Comecei a sonhar com seus olhos céu azul e dessa vez eles não desapareceram. Pelo contrário, ela vinha correndo de encontro a mim. Me abraçou forte como quando estava com saudades, beijou minha testa e disse: “Te amo.” E eu, da mesma maneira de sempre, não disse nada. Interrompi toda mágica do momento, empurrei-a e saí andando na sua frente. Ela veio atrás de mim, passou o braço pela minha cintura querendo se aninhar em meu colo. E o que eu fiz? Ignorei. Por que eu estava fazendo aquilo? Eu estava perdendo-a! Não poderia agir daquele jeito. Tinha que fazer algo para mudar a situação. Ao mesmo tempo em que queria acordar daquele sonho, não queria, pois sabia que seria a última vez que veria aqueles olhos profundos.

Ela continuava insistindo em mim, parava na minha frente e abria aquele sorriso maravilhoso que só ela tem. Eu fingia que olhava e comecei a andar mais rápido… Aonde eu estava indo? O que eu mais queria estava na minha frente!

  Até que ela acompanhou meu passo, me pegou forte pelo braço, virando-me de frente a ela, olhou nos meus olhos e disse:

“O que está acontecendo com você?” – Fiquei espantado com a forma que ela disse isso. Acordei assustado com mais lágrimas nos olhos.

Em toda minha vida, nunca imaginava que poderia chorar tanto por alguém como estava chorando. Nosso relacionamento não tinha durado tanto tempo assim. Foram só 7 meses, que na verdade, parando para pensar agora, foram os melhores da minha vida e que eu não soube dar o devido valor.

Comecei a lembrar de tudo que ela havia feito para mim, cada coisa que deixou para trás para seguir meus passos, caminhar junto comigo. Sempre me dizia que fazia isso porque era um passo a menos para ficarmos juntos de vez.

Ela sabia que eu a amava, apesar de não demonstrar da forma que deveria, mas sabia. Acho que ela se cansou. Eu sempre tão ocupado com tudo, deixava apenas minhas migalhas para ela. E agora já é tarde. De nada adianta. Tive o maior amor nas minhas mãos, na minha vida e não soube cuidar. Agora fico aqui, devaneando na madrugada. Sonhando com tudo que ainda poderíamos ter vivido se eu ainda a tivesse ao meu lado…



Mais dicaspara você!
Calendários Personalizáveis com Foto para 2022
Planner digital 2022 para baixar
Jogo de tabuleiro para crianças