em Cartas, Histórias

É para sempre

Chega pertinho, coloca com jeitinho a mão na minha cintura, me puxa devagarzinho e me faz pensar porque uso diminutivos com você quando tudo que eu sinto está no aumentativo, no superlativo absoluto. Porque até seus menores gestos, seus menores atos, aqueles que você nem percebe que faz, me deixam apaixonada.

É quando você beija a minha testa, ou procura minha mão para atravessar a rua, é quando você me abraça sem eu esperar, ou quando olha dentro dos meus olhos, é quando se interessa pelos meus livros, ou pelas minhas histórias, é quando presta atenção nos meus resumos de filmes, ou quando fica me olhando enquanto eu canto, é quando respira fundo durante um beijinho, ou quando coloca a mão na minha nuca, é quando beija da minha orelha até meu ombro, ou quando se preocupa com a minha saúde e com meu bem estar, é quando me faz cócegas, ou quando encaixa meu corpo no seu para dormirmos, é quando me olha e sabe exatamente o que passou pela minha cabeça, ou quando conversamos sem dizer nenhuma palavra, é quando fala exatamente o que eu estava pensando, ou quando me surpreende com uma mensagem de boa noite ou eu te amo, é quando me ajuda a escolher a cor de esmalte, é quando fica impressionado com o meu consumismo, ou quando me chama pra tomar sorvete, para ser mais exata é quando me chama pra sair pra qualquer lugar, é quando enfia o dedo no meu ouvido, ou quando lembe meu rosto inteiro, até mesmo quando morde meu queixo, é quando fala que estou bonita, ou quando faz com que eu sinta isso sem falar nada, é quando fala besteirinhas no meu ouvido, ou coisas bonitas, ou só aquelas três palavras que me tiram do chão: eu te amo.

É quando você me chama de chata, de bonequinha, de namorada e mais ainda quando usa aquele pronome possessivo na frente: minha chatinha, minha bonequinha, minha..namorada, é quando me dá um sorriso apaixonado e mais ainda quando vejo amor em seus olhos, é quando me ouve falando sobre o quanto te amo, descrevendo o que sinto por você ou falando sobre seus sorrisos e me olha claramente enxergando meu coração, é quando conversamos encostados na parede, suas mãos na minha cintura e as minhas no seu peito, é o quanto acho seus ombros lindos, ou como me perco no caminho entre eles e sua nuca, é quando deito no seu peito e você beija o alto da minha cabeça, ou quando faz carinho no meu rosto, é quando fala em inglês com sotaque britânico, é quando acha linda minha birra de menina teimosa que finge nem ouvir o que você me mandou fazer, principalmente quando sei que você precisa de mim, é como não consegue admitir que precisa de mim, mesmo que não seja sempre, é, principalmente, quando demonstra seu amor por mim, quando me escreve alguma coisa linda ou até mesmo um oi, quando me liga, quando diz que sente minha falta, que quer me ver, que me quer..é a cada hora igual, é a cada hora diferente, é a cada batida do meu coração, é a cada piscar dos meus olhos, é a cada respiração, a cada dia, cada segundo, cada minuto..é pra sempre. 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

9 comentários

  1. Natasha em

    Parece eu pensando! :O lindo!!!

    Responder
  2. Gabrielly em

    Nosa perfeito ><

    Responder
  3. jarla em

    Simplesmente perfeito ..
    Super me identifiquei!!

    Responder
  4. Maicon em

    Show!!! Parabéns pelo dom.

    Responder
  5. Alexandre em

    Muito Bom, Gostei.

    Responder
  6. Bruna em

    Amei!!!
    Vc soube descrever aquilo que eu sinto
    Parabéns…vc é demais

    Responder
  7. Sonia Mabota em

    Palavras lindas….

    Responder
  8. Larissa em

    Genteee, que texto maravilhoso!!!!

    Responder
  9. Manuela em

    Lindo, encantada parabéns!

    Responder